HARDTEK

A sua loja Gamer!

Whatsapp: 51 982 002 002

ASSISTÊNCIA TÉCNICA - LAN HOUSE - VENDA DE COMPUTADORES, COMPONENTES E ACESSÓRIOS

Av. Presidente Getúlio Vargas, 1231 - Loja 2 -Alvorada / RS
Copyright © HARDTEK
Tecnologia do Blogger.

Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Post Top Ad

Arquivo do Site

Follow by Email

Fone / Whats:

51 98200-2002

Segunda à Sexta 09:00 às 18:00
Sábado 09:00 às 17:00

Localização no Mapa

Av. Presidente Getúlio Vargas, 1231 Loja 2
- Alvorada / RS - 94810-580


google maps von pureblack.de

Sobre mim

authorOlá eu sou o Fernando Machado e sejam todos muito bem vindos ao site da HARDTEK! Aqui estão os vídeos de Unboxing, Análises, Tutoriais, Dicas, Notícias, Comparativos, Testes e muito mais! Se esse é seu tipo de canal, por favor, inscreva-se agora e acione o sininho para não perder nenhum vídeo!
Saiba mais →

Acompanhe o HARDTEK nas redes

Fique sempre atualizado, seguindo, curtindo e se inscrevendo no HARDTEK nas redes sociais, além do mais você fica sempre por dentro de quando tiver descontos ou promoções imperdíveis!!!

Visitas do Site

website counter code

Featured

Facebook

Assistência Em Informática Líder em Alvorada

Especializado em Manutenção de Computadores, Notebooks, Formatação, Upgrade, Montagem, Diagnóstico, Recuperação de Dados, Backup e muito mais...

Intel e AMD podem unir forças para combater avanço da Nvidia


Pentium ou Am486? Pentium II ou K6? Essas não só eram perguntas que pairavam a cabeça de quem queria comprar um computador na década de 1990 como também revelam que a rivalidade entre Intel e AMD vem de longa data. Só que parece que essa briga está prestes a acabar, já que as empresas estão considerando unir forças para combater um inimigo em comum: a Nvidia.

O rumor foi ventilado pelo editor do HardOCP, Kyle Bennett, nesta semana. De acordo com o jornalista, as empresas já teriam celebrado um contrato que prevê a adoção de GPUs da AMD pela Intel. Não detalhes sobre os motivos que levaram as companhias a assinarem o acordo de trégua, mas analistas veem a união como oportuna, sobretudo devido ao avanço da Nvidia no mercado de GPUs.

Em coluna escrita para a Forbes, o analista da Tirias Research, Kevin Krewell, teorizou duas possibilidades que podem ter levado ao estabelecimento do acordo entre AMD e Intel. A primeira delas é que a Intel precisa de proteção por patente. Até 2009 os chips processadores da empresa vinham com chips gráficos da nForce embutidos, mas desistiu do negócio e foi processada pela Nvidia. Depois de muito vai e vem nos tribunais, ficou acertado que a Nvidia aceitaria abandonar o barco, mas com uma condição: que a Intel pagasse US$ 1,5 bilhão em multa.

A última parcela dessa multa foi paga em janeiro deste ano e agora a Intel está buscando proteger seus núcleos gráficos com patentes. E, como esse é um segmento da indústria dominado pela AMD e pela Nvidia, faria mais sentido fechar uma parceria com a primeira ao invés de pagar por licenças individuais para fabricar sua própria GPU.

O segundo cenário teorizado por Krewell é bem mais interessante e faz a união das empresas parecer uma tropa de choque para combater a Nvidia. Neste caso, a Intel não investiria em sua própria GPU, mas abraçaria de vez as GPUs Radeon, que passariam a vir embutidas em seus chips. "A Radeon se tornaria a arquitetura dominante no mercado de PCs e desbancaria os chips da Nvidia", opinou o analista.

Ele também destaca que esse segundo tipo de acordo traria mais fluxo de caixa para a AMD, cujas contas não vêm bem há um bom tempo. "A quantidade de dinheiro extra que a AMD poderia fazer com royalties seria extremamente atraente para os acionistas".

Por mais que o consumidor ache essa associação esquisita, ela faz muito sentido para o mercado. A Intel, por exemplo, cada vez mais enxerga a Nvidia como uma rival em potencial, principalmente porque a fabricante de placas de vídeo vem investindo forte em área como veículos autônomos, aprendizado de máquina e inteligência artificial. A AMD, por sua vez, teria a primeira chance real de tornar sua tecnologia competitiva e talvez até mesmo liderar o mercado de GPUs.

Se tudo isso irá se concretizar, ninguém sabe. Embora o editor do HardOCP tenha dito que o contrato já foi assinado, AMD e Intel se negaram a comentar o assunto.

Fonte: PC World, HardOCP, Forbes

Nenhum comentário